21 de agosto de 2012

"O tempo nunca acaba - sussurrou, sem olhar para mim, mas mirando em minha tela. — Como sempre há tempo para a dor, também sempre há tempo para a cura. É claro que há". 

A Lista Negra, Jennifer Brown.


Um comentário:

Jessica Lira disse...

Meu pai morreu a 5 anos, e ainda não tive coragem de visitar ele. :'(
Te adicionei no face, queria conversar com vc sobre isso...