3 de maio de 2012


Falei pra minha mãe que tava mal, porque a única pessoa com quem eu parecia, morreu. Que ninguém mais vai falar "Você é a cara do seu pai", que tudo isso tinha acabado. Essas besteiras que a gente pensa durante toda essa loucura. Daí ela disse que que eu estou mantendo a memória do meu pai viva, que ela vai olhar pra mim e lembrar dele e que isso é uma coisa boa. Ontem no enterro um monte de gente disse isso, que ia ter um pedacinho do Roque pra sempre ao me ter por perto. ♥ 

Parece besteira e egoísmo, mas conforta.






He lives in you
He lives in me

He watches over
Everything we see
Into the water
Into the truth
In your reflection
He lives in you.

Minha música favorita do musical do Rei Leão tem mais significado depois disso. Sempre foi minha favorita e agora mais do que nunca. 

8 comentários:

Ana Carô disse...

:ó(

vc é bem parecida com o seu pai mesmo, Camies.

Marcela disse...

Camies, agora se cuida para poder cuidar da sua mãe. Um grande beijo e força para vocês. Lamento tanto...

Julia disse...

já tinha ficado triste no começo do post, mas tu me termina com He Lives in You, porra?

remember who you are, Simba.
<3

:*

Ana Paula disse...

Que lindo, Camies =/

Lilian. disse...

Camila...
Vc não me conhece, nunca nos vimos e por algum acaso encontrei seu blog a um tempão atrás e desde então venho acompanhando as postagens, as viagens, as bagunças, os hotéis... Sempre me divirto muito! Claro que 'te joguei' no face e tenho vc lá nos meus links, sempre dou uma passada pra dar risada das suas postagens e coisas desse tipo e hoje, passando por lá deu pra perceber que vc teve uma grande perda, e agora escrevendo isso tô com meu coração pequeno e os olhos meio querendo borrar, sabe?
Eu sinto muito. Sinto mesmo.
Não há palavra que vá arrancar sua dor, não haverá beijos, abraços suficientes pra confortá-la. Mas existe um Deus capaz de tudo isso.
Encontre descanso nEle.
Muita, muita, muita força.
Espero que em muito em breve vc volte pra nos fazer sorrir.

Um grande beijo.

(queria escrever em um lugar mais reservado mas não tem! sinta-se a vontade pra exclui-lo se quiser)

Fabi disse...

Sabe, Camies... eu passei por este momento há dezesseis anos, quando perdi o meu pai. Sempre diziam que eu era muito parecida com ele, mas minha mãe sempre disse que eu tinha era o jeito todo dele, de chorar de tanto rir, de viver esperando um dia melhor, enfim...
Sei como é.... (chorey)

Tô aqui torcendo por vc. Força, garota...

Bjs no seu coração!


Fabi

Mirian Soares disse...

Own, Camie... Querida, eu não sabia que seu pai tinha falecido, e olhe que hoje eu estava lembrando da sua mãe, sabe?
Nossa, nem sei o que dizer, mas, eu eu vou orar pela família de vocês e mandar muita força pra ti, mesmo a distância.
Bjos, querida.

raquel a. disse...

Essa deve ser a saudade mais dolorida, justo aquela saudade que a gente sente de quem tá ali por perto e que, por mais que tudo dê errado, vai estar SEMPRE amparando e torcendo. Pai e mãe, não tem gente mais importante nessa vida.

Sinta-se abraçada. Beijos do Rio de Janeiro!