21 de dezembro de 2011

São Salvador!

Então, fui pra Bahiaaaaaaaaaaaaaaaa! As fotos são as mesmas que andei colocando no Facebook. 

Vista do Elevador Lacerda. MUITO LINDO ESSE MAR PQP 

Fiquei uma semana em solo baiano, hospedada há 20 metros da Praia do Porto. Salvador é uma cidade LINDA! Conheci todos os pontos turísticos e não turísticos. Comi muito churrasquinho da rua, tomei muita cerveja a R$2,50 o LATÃO (paraíso dos alcoólatras hahaha), dei muita risada, passei mal de calor, conheci muita praia e uma lagoa linda.

Pimentas e legumes na Feira de São Joaquim

No RJ e em Salvador dá pra perceber rapidinho quem é turista e quem não é. Aqui em São Paulo a gente não vê muito turista (tipo, gente olhando pro alto hahaha), eu pelo menos não vejo muito. Lá na Bahia todos os ambulantes ariscam um inglês-espanhol-italiano hahaha achei mega divertido. As coisas são bem baratinhas também, alimentação, as lembrancinhas que vendem no Mercado Modelo (lá no RJ as coisas são bem mais caras), o pessoal é bem acolhedor mesmo. 

Elevador de novo porque gostei bastante dele :-)

E as praias? Nunca tinha visto uma água tão limpa e gostosa como as águas da praia de Salvador. Todos os lugares são lindos. E as lixeiras por toda Salvador são inteiras, não é igual aqui em São Paulo, que você fica com o lixo na mão sem ter onde jogar. Não sei se são mais pessoas cuidado da cidade (que é bem mais turística que SP), ou se são menos pessoas circulando, porque aqui SP é ~~lotada. 

ESSAS FITINHAS DO BONFIM SÃO LINDAAAAAAAAAAAAS

Sobre a culinária, não posso falar muito, porque não como nada que é estranho, que vá azeite de dendê (me faz mal pro estômago) e não como nada que venha do MAR. Ainda bem que o Pira estava comigo nessa, então, a gente era ~~parceiro de comida não-baiana. Pessoal se entupiu de comida, de peixe, vatapá, caruru, açaí, duzentos sucos naturais e eu bem no meu arroz-feijão haha. Não adianta, eu não curto mesmo, estou no lugar para conhecer as coisas e não para experimentar a comida, ok???????? 

Meus amores ♥

E lá faz um calor do cão. CEJURA, CAMIES? Pois é. Eu tava falando com a Manza que voltei imune ao calor de São Paulo. Sério, de noite fazia 27ºC! Extremamente abafado, quando chovia era pior. Todos os dias quando a gente saia pra bater perna, eu levava uma toalhinha de mão (levei umas cinco) pra ficar enxugando o suor, porque é extremamente quente e abadafo, não bate brisa nem nada, é aquela panela de pressão o tempo inteiro. O primeiro dia foi meio tenso e o último também. Tava bem casada, minha pressão batendo nos 16 por 10, ou seja, tava morrendo mesmo. 

Renato brisando no Monte Serrat

Foi uma viagem super especial, obrigada Manza e Pira por tudo. Eles nem vão ler isso aqui, mas não me canso de agradecer. O Renato que viajou conosco e serviu de guia também foi essencial. A pessoa colocava dois despertadores extremamente irritantes pra gente acordar. No primeiro dia a gente quase morreu de susto, porque o Renato ESQUECEU que um dos despertadores era dele, o negócio tocando sem parar e o Pira berrando "PELAMORDEDEUS QUEM É O RESPONSÁVEL POR ESSE BARULHO???????????????" e o Renato MORTO. GENTE HAHAHA não entendo essas pessoas com dificuldade de acordar, sério.  

Lagoa do Abaeté, segundo o Renato, é minha casa, porque sou filha de Oxum :P

E eu sempre tenho que pagar um mico, não é mesmo? Estávamos voltando do Monte Serrat, daí o Renato quis parar na Feira de São Joaquim (no bairro da Liberdade, se não estou enganada) pra comprar uns negócios. Essa feira é como se fosse um Ceasa, sabe? A diferença é que lá vende bode, galo, galinha e até cachorro. Já tinha ficado meio WTF da forma como os bodes estavam amarrados: as quatro patas amarradas uma na outra, a cabeça amarrada tbm. E eu NOSSA QUE LEGAL VAMOS EMBORA? Lá vende de tudo, coisas pro Candomblé, pra Umbanda, fruta, carne seca, enfim, é enorme. Até que estávamos andando pela feira e entramos num corredor com um cheio EXTREMAMENTE FORTE. Quando eu olhei para os lados, pessoal limnpando bode, cabeça disso e daquilo. UM MONTE DE SANGUE NO CHÃO. SOCORRO, O CORREDOR DA MORTE. Literalmente falando. Eu achei que eram só duas ou três barracas com toda aquela carnificina, mas não acabava. Daí, que fiquei sem cor, passei mal e vomitei hahahahahaa. Meu, açougue já tem cheiro forte e as coisas já são meio tensas, imagine os bichos todos pendurados, sendo limpos e aquele calor dos INFERNOS batendo nas coisas? Morry, né.  

Farol da Barra. Meu, mto lindo :~~ 

Céu azul do Pelourinho.

Amei a Bahia! Amei Salvador, amei tudo. Recomendo pra quem não tem muito problemas com o calor, viu? Roupas leves, chinelo é seu MELHOR AMIGO e o protetor solar também. 

4 comentários:

Jennifer Karolyne disse...

Nossa, você contou sua viagem tão bem explicadinha... Parece que eu via enquanto você contava, que vontaade que deu de conhecer! Deve ser tudo muito lindo mesmo. Ameeei!
Estou seguindo seu blog e ficaria muito feliz se você pudesse seguir o meu também.
Tenha uma noite abençoada, beijinhos!

http://jennifer-karolyne.blogspot.com

L. disse...

Vou amar Salvador, ctz. Amo calor e pelo que vi nas suas fotos as paisagens são lindas. Beijo, Câmi! :-)

raquel a. disse...

tá aí um lugar que eu preciso conhecer com calma: a bahia.

em maio estarei de férias, meio que pensei em fazer uns passeios pelo nordeste. essa coisa praia, sol e muito lugar pra bater perna.

salvador é um lugar colorido, orgânico, e que deve ser mais barato que o rio - sem dúvida!

Marília disse...

Tão bonitinho alguém falando tão bem assim da minha cidade!

Ah: a feira de São Joaquim fica no bairro Comércio, e não na Liberdade.