3 de dezembro de 2011

Los Angeles, Marian Keyes

Marian Keyes é ídala de muitas mulheres e considerada por muitos a rainha do chick-lit. Eu gosto da Marian, mas acho que ela é superestimada. No meio do ano eu li Los Angeles, ganhei de Natal ano passado da minha mãe. Los Angeles é mais um dos livros da Família Walsh, adoro ♥. Li Melancia (conta a história da Claire Walsh), depois li Férias (conta a história da Rachel) e AMEIIIIIIIIII.
Se vocês puderem fujir desse livro, fujam! MUITO CHATO, MEUDEUS! A Maggie é a mais ~~perfeita das irmãs Walsh, já dava para perceber isso quando ela foi citada nos outros livros (Melancia e Férias), imagine esse que a história é só sobre ela? Fiquei um mês lendo o livro, praticamente. Ele fica legalzinho nas últimas 30 páginas hahaha tristeza em Cristo! 
Resumindo, a Maggie é toda perfeita e caxias com o trabalho, mas daí descobre sem querer que o marido estava tendo um caso. Ela surta, nem discute relação e nem nada, resolve ter uma adolescência tardia e vai para Los Angeles ficar na casa de um amiga. Lá na cidade dos anjos ela vai nas baladinhas, bebe todas, reflete como a vida dela era chata e como ela gostava disso, pensa no ex-marido e mimimi, é um porre. Cada vez que a autora descrevia a maquiagem cintilante que as personagens usavam, eu só pensava: MEU DEUS, QUE CAFONA, ME ACODE. Ainda andei lendo umas resernhas por aí falando super bem do livro hahaha sério mesmo que teve gente que gostou dessa personagem tão insossa? No final a gente acaba descobrindo que a Maggie não é tão cristalina assim, mas é chato.  
Agora, dos livros das irmãs Walsh, preciso ler "Tem Alguém Aí?", que dizem que é um dos melhores da Marian. E agora a editora Bertand lançou o "A estrela mais brilhante do céu", tô querendo ler, apesar desse nome cafona. Os livros da Marian são tão caros, cerca de cinquenta reais cada um, e tô com uma pequena pilha de coisas pra ler, a Shibbo andou me recomendando uns livros de GENTE ADULTA (hahahaha), então, vamos esperar esse preço baixar aí que tá foda cinquenta conto numa chick-lit, né, minha gente.


2 comentários:

mirtes disse...

Essa coisa dos livros da Marian ficarem bons nas últimas 30 páginas é uma coisa que me irrita porque geralmente eles ficam MTO BONS, deixando gostinho de quero mais hehe
Acho que a exceção é Melancia e Férias mesmo.

Com relação ao Tem alguém aí? já te digo, é mto bom e também triste, te prepara.

Bjs

Sam disse...

Puta merda, Camies!
Chorei 7594 baldes em Tem Alguém Aí...Prepare-se!
Los Angeles eh mto sooono mesmo. rs
Vc já leu Casório? É um dos meus favoritos.

xo